Irmã Dulce será proclamada Santa pelo Vaticano

Irmã Dulce será proclamada Santa pelo Vaticano

Conhecida por suas ações de caridade e assistência aos pobres, a brasileira católica Irmã Dulce será proclamada santa pelo Vaticano.

De acordo com o UOL, o Papa Francisco reconheceu um segundo milagre atribuído à freira, que já recebeu mais de três mil relatos de graças.

Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, a Irmã Dulce, nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e viveu por 78 anos.

Também chamada de Anjo Bom da Bahia, ela começou a ajudar os necessitados ainda na juventude.

Uma de suas ações mais importantes foi o Hospital Santo Antônio, construído no lugar do galinheiro do Convento Santo Antônio, na capital baiana.

O primeiro milagre atribuído à Irmã Dulce aconteceu em 2001, em Itabaiana, Sergipe, quando uma mulher que havia dado à luz e apresentava um grave quadro de hemorragia se recuperou inexplicavelmente.

A graça aconteceu depois que um padre devoto da freira orou pela vida da paciente, que já estava desenganada pelos médicos.

O segundo milagre reconhecido pelo Vaticano foi a cura instantânea da cegueira de um homem de cerca de 50 anos, após ele clamar por ajuda a Irmã Dulce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *